SOBRE DUAS RODAS EU SOU MAIS DEPENDENTE!

Sexta-feira geralmente é dia de tirar a moto da garagem. A minha, uma HD 883, modelo clássico da Harley Davidson, foi idealizada há quase seis décadas e mesmo assim ainda é um destaque da marca, oferecendo uma gostosa experiência sobre duas rodas. A minha é pouco rodada, mas já me deu muitos bons momentos.
Parece óbvio […]

EU QUERO UM PRESENTE DE NATAL. E VOCÊ?

E quem não quer? Todos gostam de ganhar. Ganhar qualquer coisa. Rifa, sorteio e desconto. Queremos ganhar, seja movido por sentimentos mesquinhos de alcançar vantagens, triunfando sobre os demais, seja para sentir-se amado, aplacando os fantasmas da rejeição ou do infortúnio sentimental ou emocional.
Particularmente, eu amo ganhar! Sou um ser humano previsível…
Em minha infância pobre […]

VOCÊ SABE COMO ANDA SUA REPUTAÇÃO?

Me lembro de um desenho animado da Walt Disney que assisti na infância cujo roteiro mostrava de forma bem-humorada a transformação do afável [e até bobalhão] Pateta num personagem rabugento e violento.  A radical transformação do Pateta ocorria simplesmente por ele entrar em seu automóvel para enfrentar o trânsito. Esta animação foi produzida em 1950, […]

SÍNDROME DO PENSAMENTO ACELERADO

O mundo está acelerado. A facilidade das conexões e comunicações, a globalização, a velocidade das informações e a democratização das notícias colocou-nos em uma posição inédita na história da humanidade. Informações que antes demandavam horas de pesquisa, idas a bibliotecas, exaustivas leituras de enciclopédias, hoje estão a um clique de nossas mentes. E ainda com […]

AMOR E ESPIRITUALIDADE

A espiritualidade não se manifesta no retiro dos santos e na ruptura com os pecadores. A espiritualidade não se manifesta nas longas orações, nos dias de cultos, nos jejuns, nas vitórias contra os males, na seriedade do discipulado e no êxito em cumprir muitas ordenanças. Se assim fosse, Jesus, o próprio filho de Deus, teria […]

EU OUVI DEUS

Levantei chateado já pensando nos inúmeros problemas que eu tinha para resolver naquele dia, um gosto amargo na boca, dores pelo corpo e uma angústia esquisita me invadia a alma e dizia que eu não havia dormido bem. Eu parecia uma barata tonta, não tinha idéia de “por onde começar”…
Quando sai para a rua fui […]