A vocação a ser pessoa e a vocação à vida cristã.

O ser humano não pode se esquecer de que é pessoa, ser para o encontro, criado por Deus à sua imagem e semelhança para participar da natureza divina.

vocacao cristaHoje em dia não é raro que o ser humano viva negando sua própria identidade, porque muitas vezes se aliena e despersonaliza, reduzindo sua vida a uma só dimensão do seu ser. Achamos que somos nosso corpo, endeusamos nossos sentimentos e emoções, vivemos agarrados aos nossos pensamentos e projetos com dogmatismo ou fugimos de todo questionamento por meio de nossas máscaras e papéis.

O ser humano se esquece de que é pessoa, ser para o encontro, criado por Deus à sua imagem e semelhança para participar da natureza divina. Deus, o Ser e Amor por excelência, nos criou para que sejamos felizes, plenificando nossa vida, decodificando adequadamente nossos dinamismos fundamentais de permanência e desenvolvimento.

O ser humano se esquece de que, no mais profundo do seu ser, Deus o convida a ser seu amigo, a participar da sua própria vida, participar da vida do Senhor Jesus.

“Com o Senhor Jesus, a vida humana adquire seu sentido mais pleno, porque nele, o ser humano pode alcançar sua máxima grandeza; nele e por Ele, pode alcançar todos os bens desejados e reservados para ele; nele, por Ele e com Ele, pode alcançar o pleno desenvolvimento e a total realização da sua existência. E o mais importante é que este processo, que começa no peregrinar terreno, verá sua culminação na vida eterna, na qual Deus preparou para aqueles que o amam ‘coisas que os olhos não viram, nem os ouvidos ouviram, nem o coração humano imaginou’ (I Coríntios 2, 9).” [1]

É importante recordar que somos chamados a ser cristãos, somos convocados a ser como o Senhor Jesus, a viver aquilo que nos diz o apóstolo Paulo em sua Carta aos Gálatas (2, 20): “Vivo eu, mas não sou eu, é Cristo quem vive em mim”.

A vida cristã não é chata nem triste. Quando é vivida autenticamente, é uma vida repleta de alegria, amor, fé e esperança. A pessoa humana é convidada a responder à pergunta fundamental acerca de sua própria identidade, seguindo o Senhor, sendo como o Senhor Jesus, Filho de Maria.

Jesus Cristo responde a todas as inquietudes e necessidades do ser humano. Só Ele é o único capaz de responder aos anseios mais profundos da pessoa humana, porque “o mistério do homem só se esclarece no mistério do Verbo encarnado” (GS 22).

O segredo da vida de todo ser humano consiste na centralidade de Cristo: abrir-lhe a mente e o coração, encontrar-se com Ele, conhecê-lo, descobri-lo, saber quem é, para seguir seu exemplo e sua vida.

Jesus Cristo responde integralmente ao ser humano no mais profundo dos seus questionamentos. Sem a verdade que o Senhor nos traz, teremos uma visão reducionista do ser humano, como a que nos é oferecida pelas ideologias, pela sociologia ou pela própria psicologia.

Se quero responder à minha própria identidade, é essencial que me pergunte se conheço o Senhor, se vivo como Ele e, além disso, se conheço minha vocação particular, se já descobri para que fui criado.

Deus me fez para algo, criou-me com uma missão particular dentro do grande chamado à vida cristã. Na medida em que eu for autenticamente pessoa humana, cristão e desenvolver minha vocação particular, vou plenificar a minha existência e, cooperando com a graça, poderei ganhar o Reino dos Céus.

(Artigo de Humberto Del Castillo)

 

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website