53 comentários em “Afinal, o que significa “Cordeiro de Deus”?

  1. Hoje vi o link compartilhado pelo USQ e fiquei curiosa…como assim tomar um café com Deus….amei!!!! O site é lindo, leve, aconchegante…assim deve ser a cozinha de Deus…não me lembro muito bem rsrs…e o conteúdo dos papos é ótimos, gostoso e fácil de ler….
    Estarei sempre aqui tomando um cafézinho!!!!
    Abraço!
    Myrna

  2. Olha que vídeo emocionante, chorei muito e vi ainda mais o valor de Deus e Jesus em nossas vidas porque um pai dar seu filho para salvar pessoas que nem conhece e nem sabe dos seus defeitos e qualidades é muita coragem, poucos fariam isso, e agora estou ainda mais emocionado porque sei que Deus ama a nós todos e que nós também devemos amar ele! Lindo esse vídeo, vou publicar em todas as minhas redes sociais poque vale a pena!

  3. Parabéns, o vídeo é muito emocionante e nos faz refletir sobre o sacrifício de Cristo, representado pelo filho do controlador da ponte.
    Só acho importante corrigir o que é passado aos 2:10min do vídeo; “mas um trágico erro….”.

    O vídeo mostra o controlador da ponte, que está figurando a pessoa de Deus, falhando no seu trabalho e por causa disto, tem que sacrificar seu único filho para salvar outras pessoas. Sabemos, que na verdade, Deus nunca falhou. Em nenhum momento Ele “puxou uma alavanca na hora errada” ou fez algo que pudesse se arrepender. Nós, homens, que nos afastamos de Deus quando escolhemos servir nossas próprias vontades. Deus, por amor, entrega seu único Filho por nós; ai sim a explicação de “cordeiro de Deus”.
    Antigamente os pecados eram perdoados com a morte de um animal puro, imaculado no lugar do homem, pois o salário do pecado é a morte. Então, Deus envia o seu Filho para morrer no nosso lugar e nos lavar de todo o pecado.

  4. Olá, vi o link no um sabado qualquer, e passei pra conferir.
    Muito bom o site, parabéns, vou acompanhar sempre. Abraço!

  5. Puxa, assisti a esse vídeo num congresso que eu fui e procurei tanto por ele depois… Achei!!!

  6. Nossa é algo extremamente lindo esse vídeo transmite de uma maneira simples para nossa compreensão o verdadeiro motivo que Deus nos deu seu filho, por que só um pai uma mãe sabe quanto amor se tem por um filho e o quanto foi difícil para aquele pai puxar a alavanca, ele sabia que la dentro do trên existiam pessoas que não mereciam que ele puxasse a alavanca, mais a esperança de salvar vidas vez com que o primeiro sentimento prevalecesse que é o amor pelo próximo.
    Deus abençoe o criador desse blog e que tenha força para sempre prevalecer e que sempre se lembre que você pode puxar sim a “alavanca” com videos e mensagens desse tipo.
    um forte abraço!

  7. Café com Deus: um blog completo que possui uma maneira simples e interativa de abordar temas espirituais e filosóficos sem, sobretudo, perder o bom humor. Parabéns.

    Espero que a parceria com o blog “Um sábado qualquer” – http://www.umsabadoqualquer.com/cafe-com-deus/ – dure. Ainda hoje é difícil encontrar pessoas que saibam lidar com a religiosidade sem serem intolerantes e com o humor sem serem abusivos.

    • Bem bacana,

      minha única crítica é que o autor do vídeo confunde IGREJA com DEUS e DEUS com a IGREJA.
      Ele mistura estas duas coisas todo o tempo.
      Outro problema é que claramente ele não leu a Bíblia , pois todas as referencias estão erradas.
      Um clássico caso de uma pessoa que emite uma opinião sobre um filme que não assistiu!

  8. Blog excelente, espondo varios temas com o enfoque maximo . Qualquer momento com Deus é especial, mas Café com Deus ée muito melhor ! .

  9. Um blog fantastico! Por que não existe mais blogs e paginas com esse tipo de tema? A internet seria ainda melhor =)

    Parabens pela nova face também, magnifica!

  10. CARA, SEGUINTE. SE DEUS QUE É DEUS TOMA CAFÉ AQUI, QUEM SOU EU PRA DIZER ALGUMA COISA??? TRAZ UMA XÍCARA PRA EU TAMBÉM. RSRSRSRS

    MUITO BOM O NOVO LAYOUT DO BLOG. PARABÉNS.

  11. Cara serio ainda não tenho filhos mas tenho 7 irmãos e cuidei deles desde sempre, com esse video percebi 2 coisas..
    1° meus irmãos são mais importantes pra mim do que eu imanaginava
    2° e mais importante… O amor de Deus por nos que é insuperavel e capaz de mudar a vida de pessoas mesmo que elas não acreditem nisso, e que muitas vezes a gente não da valor a isso….
    esse post foi algo muito especial pra mim vlw, melhorou muito minha vida…

  12. o que falar de um video que o deixa paralizado por algum tempo, depois que este acaba ? parabens.

  13. Interessante é que hoje estou triste por um motivo aqui, outro ali…e assim vai a vida… Mas agora que vi esse video ( e não sou ligada em religião e tals), tive a sensação de quão pequeno é meu sofrimento e que de alguma forma tudo se resolverá.
    Pelo bem ou pelo mal, Destino é o nome que danos ao caminho que erroneamente decidimos seguir ( ou não).

  14. Apesar de muito bonito, o filme retrata a alegoria de Deus de uma maneira (na minha humilde opinião), equivocada.

    O Deus cristão não está limitado à tempo ou possibilidades. Admitir que Deus foi “obrigado” a escolher entre a vida do seu filho e toda a humanidade é admitir que ele é falho.

    Porque cordeiros eram sacrificados? Para “pagar”por uma melhor colheita, por filhos saudáveis, dentre dádivas diversas, ou seja, o homem, na sua posição limitada, recorre à um artifício de “troca” com algo maior, que propiciará a recompensa. Colocar a figura do Deus cristão nesta mesma posição seria negar a sua onipotência ou mesmo sua inteligência, posto que suas possibilidades são, em teoria, ilimitadas. Negar isto (sua onipotência) desvirtuaria todo o conceito de Deus que a humanidade judaico-cristã vem asseverando durante os séculos.

    • Olá Nash,
      obrigadopor sua contribuição.
      O filme não tem a pretensão de ser um tratado teológico, é apenas uma pequena parábola.

      Abraço.

      Maia

  15. Desculpe publicar aqui, eu tentei enviar um email mas não consequi.
    Bom dia, meu nome é Luiz Henrique, hoje dia 03/09 eu acordei às 05:00 da manhã, coisa estranha eu raramente acordo de madrugada, por estar aparentemente sem sono resolvi entrar na internet, alguns sites eu tinha deixado separados para ver, inclusive o café com deus que eu vi no um sabado qualquer. Qual a minha surpresa ao encontrar material de tamanha qualidade e sem querer ofender de uma fonte tão inesperada. O que acontece é que sou um ateu convicto, e um viciado em leitura e discussão, faz bastante tempo que eu tenho procurado alguém para discutir um livro que eu li mas como eu falei sobre a “fonte” é muito difícil achar um crente realmente inteligente. Eu gostaria de sugerir alguns posts no blog sobre o livro Deus um Delírio de Richard Dawkis. Eu adorei o livro mas eu acho que ouvir somente um lado é muito fácil (para não dizer estúpido) as vezes até discursos “religiosos” parecem fazer sentido para mim quando eu não ouço nenhuma réplica ou antes de pensar por mim mesmo, eu vi o site todo e acho que quem produz um blog de ótima qualidade como esse é capaz de discorrer sobre o livro com um olhar que eu não possuo. Espero que siga minha sugestão e aprecie a leitura, caso contrário não ficarei magoado. Desde já agradeço e parabéns pelo site impressionante.

    • Olá Luiz Henrique,
      Valeu pela visita!
      Conheço bem Dawkins e seu livro “Deus, um delírio”.
      tenho minha opinião sobre o trabalho dele e posso compartilhá-la com você. mas não dá para ser por aqui, pois teria que teclar até babar… Se quiser conversar comigo pelo skype, vou mandar meu endereço para seu e-mail, ok?

      E, sim, o fato de você ser ateu e eu não, não nos torna inimgos e nem nos deixa conivermos respeitosamente. tenho amigos teus.
      Intolerância religiosa é coisa medieval.

      Abração.

      maia

  16. Os 7 min mais bem gastos do meu dia!
    ótimo post cara! Parabéns

  17. Não sou cristão, mas gostei muito do video. Parabéns pelo post, valew por compartilhar esse incrível vídeo com a gente! o/
    A vida é cheia de escolhas terríveis…

  18. como deixei no Facebook:

    1º Segundo essa analogia ele poderia ter salvado o trem E o filho, ou então simplesmente evitado que a merda toda acontecesse.
    2º Um mártir não valida uma causa (Nietzsche)
    3º O filho morreu e as pessoas ficaram boas? Sem guerras, sem escravidão, sem exploração, sem iniquidades, sem assassinatos, estupros, sequestros, homicídios idiotas, inveja, trapaça, traição?
    4º Bom pai… crianças continuam nascendo para morrer de fome ou querra, como em Angola.
    5º O pai colocou o trem no trilho, sabendo que isso culminaria na morte do filho. Verdade inegável.
    Acordem! Deixem suas correntes e aí sim o mundo vai ser um lugar melhor. A vida de todo mundo à sua volta depende de você animal, não de uma entidade metafísica consciente que já provou ser incapaz de administrar essa merda toda.

    “Enquanto o futuro dos homens repousar na mão de escravos, ninguém conhecerá liberdade e responsabilidade ao mesmo tempo” (Moisés Câmara)

    Não consigo ver sentido nisso sendo ateu, acho que muito do significado desse vídeo está ligado ao fato de religiosos abdicarem da lógica em favor da fé.

    Uma análize simplista, mas lógica: Deus é onisciente, portanto ele sabia o que iria acontecer quando colocou “o trem nos trilhos”.

    • Olá Moisés,

      Você conseguiu reproduzir o pensamento ateu de maneira muito consisa: Parabéns!
      Obrigado por nos visitar e por investir seu tempo compartilhando conosco a sua crença na não existência de Deus.

      Eu creio na existência de Deus, contudo respeito a opinião daqueles que não crêem na existência de um Deus: Cada um tem a sua fé.
      Eu respeito as crenças alheias e jamais pretendo impor meu pensamento sobre os outros ou enxovalhar construçoes filosóficas distintas das minhas, afinal, “a unanimidade é burra”.

      Gosto de pensar e de deixar pensar, pois intolerância religiosa é medieval!

      Abraço!

      Maia

      • Não é a intenção aqui jogar filosofias na lama, mas é sempre bom analizar as verdades alheias.
        Como por exemplo. Eu gostaria de saber de um religioso escolado: Do que precisamente eu fui salvo pelo sacrfício de Cristo?
        As explicações acerca do tema são subjetivas, falam de pecado primordial, pecado partilhado pela humanidade, transmissão do pecado por gerações, ações que a humanidade tomava na época e desagradavam a deus.
        O conhecimento disso não mudará minha condição de ateu, somente me dará ferramentas para entender as motivações dos religiosos.

        Concordo com você quando diz que “toda unanimidade é burra”, a pluralidade é um terreno muito mais farto e produtivo.

        Quando falo sobre liberdade me refiro às escolhas motivadas pelo raciocínio e análize, seja a escolha que te leva a crer em um deus ou não crer em nada. Assim como quando me refiro que o mundo não repousa nas mão de deus, mas sim na dos homens.

        Mas para escolher de maneira não induzida, a coisa tem que ter um sentido, por isso a minha pergunta. Qual o sentido do sacrifício de Cristo?

        • Olá Moisés,

          Adoro um papo assim, onde cada parte consegue expor a sua sem enxovalhar a opinião alheia.

          Sua pergunta:
          “Qual o sentido do sacrifício de Cristo?”

          Minha opinião sobre este qustinamento:

          1 – Sendo você um ateu, não faz sentido eu querer explicar sobre o sacrifício dele, pois tudo só teria sentido se ele fosse filho de um Deus, o qual não existe. Se deus não existe, jesus não pode ser filho Dele, nem,portanto, houve sacrifício algum. Foi apenas um mártir político, ou mártir religioso, ou vítima da inveja de religiosos de sua época, nada mais. Para que haja um sacrifício a deus (ou aos deuses), é necessário que exista este Deus.
          A premissa para a resposta está na existência de um Deus. Não crendo na existência Dele, não haverá resposta alguma.
          Responder a esta pergunta equivaleria a responder como que o Papai-Noel consegue descer uma chaminé. Se Papai-Noel não existe, a resposta perde sentido.

          2 – Caso o interlocutor cresse na existência de um Deus, eu poderia, à partir desta premissa, tentar dar a resposta, a qual não é simples, pois é uma questão de fé. Fé não se explica, aceita-se ou não. Não existe qualquer lógica no sacrifício de Cristo. É um tema que pertence ao mundo místico-espiritual, no qual a construções intelectuais não alcançam. Não há como explicar a fé.

          • Eu pergunto porque um ateu de verdade está preparado para estar errado.
            Veja bem: Uma pessoa que se diz ateu e não pensa na possibilidade de estar errado não é um ateu, é um idiota.
            Para vocês é mais simples entender o conceito que questionei pois existe a fé na equação, para um ateu não.
            por isso volto às minhas perguntas:
            1ª – Do que específicamente fui salvo com o sacrificio de cristo?
            2ª – Qual o sentido do sacrifício de Cristo?

            Como ateu eu digo que qualquer possibilidade deve ser avaliada e estudada, e eu estou agora procurando ferramentas para isso.

            Tenha em mente senhor: É impossível provar que algo não existe, um ateu que afirma categóricamente que deus não existe, e se fecha para demonstrações em contrário, é um imbecíl limitado. Por isso minhas questões, para avaliar as motivações que pautam a existência de deus.

            Acreditar que não existe é fácil, questionar suas convicções constantemente é um ato reservado aos corajosos.

      • Vendo um outro post agora eu lí isso:
        “A vontade de Deus é que todos o reconheçam como Deus.”
        Isso não dá muita opção de futuro à quem não concorda né?

        • Moisés, Grila não!

          Esta afirmação é verdade apenas para quem acredita em Sua existência.

          Para quem não crê, esta frase torna-se inócua. Portanto, você pode continuar com a sua respeitosa opção de não crer Nele tranquilamente, pois preocupar-se com a vontade de alguém que não existe não faz sentido, certo?

          “Isso não dá muita opção de futuro à quem não concorda, né?”

          Veja, Esta é a vontade Dele. Apenas uma “vontade”. Voc~e também tem suas vontades e o fato de você ter suas vontades não significa que você deixa Deus sem opção, certo? São vontades e não obrigações.

          Estamos falando de vontades e não de obrigatoriedades.

          Abração!

          Maia

  19. Ter essa conexão com Deus é necessária e faz com que as pessoas reflitam sobre seus atos no dia a dia. Todos os dias Ele faz algo para acreditarmos que sua existência é real e sublime.Abraço fiquem na Paz.A página está demais com conexão ao sábado qualquer e divulgando novos conceitos e opiniões diferentes,fazendo assim aqueles que não acredita em Deus ficar mais curioso e mais a vontade em pesquisar na página!!Abraço! De Campo Grande MS

  20. Moral da estória, não leve seu filho ainda criança a seu local de trabalho, pode ser fatal.

  21. Poxa, que legal, não conhecia mas vi o link para o “Café com Deus” no USQ e adorei! Um espaço aonde, independente da nossa religião ou crença, podemos sentar, descansar e sentir o gostinho e o aroma de boas palavras que vem mesmo de Deus!

    Adorei mesmo o site! Tem as mensagens que a gente precisa para ficar mais disposto e animado, igual a uma xícara de café!

    Um abraço pra Deus e pro Luciano Maia! 🙂

  22. #quasechorei

    não sei se fui forte demais pra não chorar!
    ou se fui bobo demais pra ter segurado!!>..

    00,

  23. Mesmo sendo ateu Luciano, gostei dessa mecânica de vocês! Você é justo porque ser justo é o correto a ser fazer, não porque isso vai te comprar o céu.
    Espero que seja assim mesmo, porque isso aproxima ateus e teístas, justo porque é o correto a ser feito, não porque deus mandou.
    Nesse ponto para ateus o sacrifício divino não tem mais sentido, nem importa na verdade. Amai ao próximo como eu vos amei, esse é um conceito no qual dá para acreditar sem acreditar na existência de Cristo.
    Se o trabalho de vocês é doutrinar pessoas para que acreditem nisso por doutrina, não livremente, ótimo! O fim justifica os meios, nem todos os seres humanos estão preparados para viver sem deus, mas todos devem aprender isso.
    Amai ao proximo como eu vos amei.

  24. que benção de video , agradeço a Deus por existirem pessoas qeu usam das tecnologias para evangelizar…
    Que café delicioso…parabéns

  25. Acho na minha humilde opiniao que comparar esse video com o sacrificio de Deus por seu filho Jesus… eh um tanto quanto injusto, já que se analisarmos sendo Deus eterno e unipresente nao existe a perda do filho.. qdo Jesus eh sacrificado ele volta para o lado do pai.. o q no caso do video eh o oposto!

    Agora tenho pra mim uma analise meio diferente.. se me permite farei como perguntas esta analise:
    -Até que ponto vc está disposto a sacrificar pelos outros?
    -Você acredita que o seu sacrificio pode salvar alguem.. por pior q seja?
    -Vc está disposto a sacrificar algo.. sabendo q nao vai ter nada em troca? apenas pelo prazer de ajudar o proximo.. sem q este nunca saiba de sua existencia?
    -o que vc procura a sua salvaçao ou a do proximo?

    =) apenas lembrando q naum quero essas respostas.. pra mim, nao fazem diferença.. soh gostaria q fossem refletidas =)

  26. eu tenho o coração duro como pedra mais ñ aguentei segura as lagrimas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website