COLECIONANDO MOMENTOS

“E nós colecionaremos os momentos um por um.

Eu acho que é assim que nosso futuro está feito.”

Leslie Feist

 

Eu me lembro da viagem de casado que eu fiz com minha esposa quando estávamos muito duros de grana. Foi no verão de 2006. Partindo de Vitória do Espírito Santo, deixamos as nossas lindas crianças com os avós que moram lá e dirigimos para o norte, sem destino, sem rota, sem plano de viagem, com setecentos reais no bolso e zero no banco. Tínhamos uma barraca emprestada de dois lugares no porta-malas do carro e um Deus maravilhoso que nos guiava. Praias não faltariam para dormirmos.
Onde dava na telha a gente parava e ia ficando, até achar que estava bom; daí a gente levantava acampamento e ia seguindo para o norte, rumo Salvador. Praias paradisíacas, momentos a sós, um ao outro por cúmplice e Deus por testemunha. Fora tudo de lindo que vimos, onde a gente parava íamos fazendo amigos. Um grande amigo chamado Marcelo Antunes foi conquistado assim, a gente numa barraquinha mixuruca, e ele, sendo solidário em seu “barracão suspenso num 4×4”. Muita gente conhecemos! Lugares desertos e escondidos! Quantas lembranças boas!
Esta talvez tenha sido a mais inesquecível de todas as viagens que eu já fiz; não apenas pela forma inusitada como tudo aconteceu, nem pelos momentos inesquecíveis passados juntos, mas porque tudo isto aconteceu sem a necessidade de preparativos ou grandes recursos financeiros. Tínhamos grana pro rango e prá gasolina e olhe lá… Que bênção! Hahahah! Hoje olho para trás e vejo que a vida, de fato, não é o que temos, mas o que fazemos com ela. Não temos nehuma foto desta aventura, pois não tínhamos dinheiro para comprar uma máquina fotográfica, mas todas as imagens são vívidas em nossa mente (digo isto por Simone também).
Houve um rei muito sábio, tido como o mais sábio de todos os tempos. Foi um personagem registrado na Bíblia com o nome de Salomão, riquíssimo, filho do Rei Davi. Rei Salomão foi o segundo de uma dinastia curta. Dentre outras, a Bíblia registra as seguintes palavras dele:
“A melhor coisa que alguém pode fazer é
comer, beber e se divertir com o dinheiro que ganhou.
No entanto, compreendi que 
mesmo essas coisas vêm de Deus.
Sem Deus, como teríamos o que comer,
ou com o que nos alegrar?”

Salomão em Eclesiastes 2.24,25

 

Já soube de muitos pregadores que não gostam em Salomão, acusando-o de bonvivant. Já a Bíblia considera-o sábio! Aliás, de o maior deles!
A vida foi dada por Deus para ser gozada, como ensina Salomão: Nada melhor que comer e beber… Gente, quantos sofrimentos a vida nos reserva. Quantas agruras. Quantas perdas. A vida, como já disse um amigo, está intrínseca ao sofrimento: entes queridos morrerão, demissões ocorrerão, crises conjugais assombrarão, dúvidas e temores estarão de plantão. Será que já não basta o sofrimento que a própra vida nos reserva? Não andemos procurando problemas… Ansiedade, autopunição ou autoflagelação não nos leva à salvação. Não chego ao extremo sartriano, de crer que “a vida é o pânico num teatro sem chamas”, mas não podemos viver livres de algum sofrimento.
Se do sofrimento não podemos fugir, busquemos então o óbvio, o que todos buscam: a felicidade! Não de forma leviana, mas de forma resposnável e sóbria, pois o mesmo Salomão pergunta: “separado de Deus, quem pode comer ou se alegrar?”. Sim, “sem Deus, nada podemos fazer”.
Buscar a alegria da vida com Deus (e em Deus) é um projeto de vida bem bacana e viável! Uma pena que alguns não queiram… Não fazem, não crêem, não esperam…

 

Espere, busque , creia.

 

Os filósofos contemporâneos e os teólogos são unânimes ao afirmarem que a religião é fruto da esperança humana. Se assim o é, que bom: Melhor ser um esperançoso feliz que um infeliz desesperançado. Vamos ver Deus na pessoa do nosso querido Jesus Cristo e ter uma vida de esperanças, mas que ao mesmo tempo, sabe curtir o que já tem hoje, mesmo que não seja o ideal, mesmo que o seu pagamento ainda não coincida com os seus sonhos.
Durante esta viagem, ouvimos muita música. Um dos CDs era de uma canadense chamada Leslie Feist, uma mocinha muito charmosa. Uma das faixas que mais me marcou chama-se Mushaboom (que não sei o que significa), mas estou transcrevendo a letra da música (traduzida) aqui embaixo e depois você pode conferir o clipe. Como disse Salomão, a sabedoria pode ser encontrada em qualquer lugar, desde que a busquemos e a peçamos a Deus.
(Ah, sim! Quando chegamos em Brasília desta viagem, não tínhamos nem um tostão, mas o primeiro telefonema recebido – ainda dentro do carro – foi uma proposta de emprego para Simone, a qual ela aceitou e lá permaneceu por um ano. Legal né?!)
MUSHABOOM

Ajudando as crianças com os seus casacos

Mas espere, as crianças ainda não nasceram

Desfazendo as malas e montando tudo

E plantando lilás e botão-de-ouro

Mas enquanto isso

Segundo andar vivente sem um terreno

Pode ser anos até o dia

Que meus sonhos coincidam com o meu pagamento

Antiga estrada suja

Joelho na neve
Olhando o fogo enquanto ficamos velhos
 Eu tenho um homem para agüentar

E fazer um lar de uma casa alugada

E nós colecionaremos os momentos um por um

Eu acho que é assim que nosso futuro está feito

Quantos pedaços de terra, quanta luz

Metida na floresta e fora de vista

Converso com os vizinhos e perco o meu gorro

Numa estrada que mal está no mapa

Antiga estrada suja

Joelho na neve
Olhando o fogo enquanto ficamos velhos
Antiga estrada suja, rosa errante
Olhando o fogo enquanto ficamos velhos
Bem, eu estou feita !
Leslie Feist

http://www.youtube.com/get_player

Share

4 comentários em “COLECIONANDO MOMENTOS

  1. Sem dinheiro, mas com um amor ao lado fica muito mais facil ter um chao, ter um porto seguro terreno, o problema é quando estamos sozinhos, mas nunca estou sozinho, sinto que Deus está sempre me levando no colo e me abencoando, mas que tristeza é essa de sempre querermos o algo mais, agora eu posso falar que nao quero muita coisa, trocaria outras coisas por apenas ter alguem que me amasse, mas náo é assim, na hora de ter isso estarei ja querendo outras coisas, como sempre o ser humano nunca esta contente e eu sou um deles, cheio de erros, eu tento ter fé e buscar minhas forças em Deus, por isso sei que ele esta comigo, porque minhas dores poderiam ser mais dificies de controlar, mas eu na minha falta de fé enorme, queria tanto um sinalzinho de que meus anseios serao atendidos… tenho fé que serão, mas que dureza é essa a nossa de que queremos tudo urgente, mas vejo que meu tempo está passando, mas tenho que lembrar sempre, que náo é no meu tempo, é no tempo Dele.

    Desculpe usar o espaço para desabafo, se possivel ore por mim.

    • Rodrigo,

      com certeza, “é melhor serem dois que um, porque se caírem, um levanta o companheiro…”
      Não desista de perseguir os seus sonhos!
      Nunca deixe as esperança desaparecer do seu coração.

      Orarei por você!

      Maia

    • Sinto assim tb. é muito melhor enfrentar a vida ou viver as alegrias dela com alguém do lado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website