Confiar em Deus na prática

Por Joberson Lopes

Depois de sairmos do culto, fomos almoçar em um restaurante, eu, minha esposa e minha mãe, quando chegamos à porta do restaurante a primeira coisa que fiz foi levar a mão ao bolso e procurar minha carteira e daí lembrei que estava com pouco dinheiro e perguntei minha mãe se ele tinha dinheiro suficiente para pagar a conta do restaurante, e ela disse que sim isso me trouxe segurança e ao mesmo tempo me gerou uma reflexão da minha confiança em Deus.

Tenho lembranças da minha infância de quando íamos almoçar ou jantar em algum restaurante, não ficava preocupado se tinha o dinheiro suficiente para pagar a conta, lembro-me apenas que tínhamos bons momentos em restaurantes e pizzarias e depois íamos para casa feliz da vida por ter saído com minha mãe e ter comido algo diferente naquele dia.

Quando leio a bíblia sobre me tornar como uma criança para entrar no Reino de Deus, me faz refletir no meu tempo de criança e isso me faz imaginar qual atitude devo ter ou qual não tenha que ter para poder herdar o reino do céu.

A experiencia da ida ao restaurante e as leituras bíblicas que faço, me ensinam que tenho que Confiar em Deus como eu confiava na minha mãe quando eu era criança, ter confiança como atitude natural de um criança, como eu fazia quando ia almoçar com ela, não me preocupava se tinha dinheiro ou não, apenas entrava, escolhia o que comer, comia e voltava para casa alegre e  satisfeito, confiante que estava tudo bem.

Confiar em Deus é uma das coisas que achei mais difícil em minha vida de missionário e ainda acho, pois me apresentaram um Deus como um Pai, isto é um homem, e eu não tive pai presente; se ainda fosse Deus como uma mãe talvez tivesse sido diferente (risos), mas acho correta essa forma de Deus como pai, o erro está na ausência de pai terreno que tive, pois isso foi uma barreira para eu confiar plenamente em Deus.

Outra coisa que me levou a não confiar em Deus, foi a forma que fui criado e que acredito que muitos que conheço são ensinados assim: se você trabalha e estuda você pode ter alguma coisa na vida, ser alguém na vida, mas se não trabalha e nem estuda nunca terá nada na vida, nunca será ninguém; Isso é uma verdade que nos traz uma eterna dependência de nós mesmo.

Uma eterna confiança própria em nossas riquezas, força, conhecimentos e que talvez nos leve a nunca confiar em Deus como provedor do que necessitamos, ele pode ate dar, mas eu terei que trabalhar, pois foi assim que aprendi e também é assim que o mundo ensina, uma verdade, mas com distorções humanas.

Hoje depois de meditar muito sobre esse tema, de viver sobre a dependência de Deus,  tenho começado a aprender na pratica que viver dependendo de Deus é muito difícil pois não sabemos receber, temos um enorme orgulho de poder sermos nossos próprios provedores ter o controle da nossa vida e isso gera em nós uma falta de humildade de poder receber de Deus da melhor forma que Ele achar conveniente.

Lembro-me do dia em que sai do curso de missões na Jocum e me vi pensando sobre viver a vida em tempo integral para missões e de como iria me sustentar em missões integral sem poder efetivamente trabalhar para ganhar dinheiro para isso, e nesse momento eu orei a Deus e fui muito sincero com Deus e falei que queria ficar em missões integral, mas que Deus primeiro teria que mostrar as pessoas que seriam meus mantenedores em missão, e Deus falou comigo algo simples e profundo, que carrego ate hoje:

-Se eu te falar quem vai ser seus mantenedores, você vai confiar neles e não em Mim que sou o Deus deles. 

Isso foi para mim difícil de aceitar, pois entender eu já entendia, mas viver isso confesso que foi muito difícil, principalmente para pessoas do sexo masculino, todo machista e em um sistema capitalista onde se prega que deves trabalhar para receber recompensas, onde você só vale o que você têm.

Então compreendi que confiar em Deus não é tão fácil como pregamos ou ensinamos, mas Jesus nos diz:

O que é impossível aos homens é possível a Deus, e se você confia nesse Deus dos impossíveis, nós podemos viver esse tempo de CONFIANÇA EM DEUS, em missão integral, na vida cotidiana ou em qualquer outro atividade que exerçamos.

 

“Confie no SENHOR de todo o coração e não se apóie na sua própria inteligência” Pv.3-5

Joberson Lopes,

Brasília 02 de agosto de 2010.

 

4 comentários em “Confiar em Deus na prática

  1. Olá, Jobson
    uma coisa é ouvir uma meditação orientada por Deus, outra é ouvir um testemunho tão lindo!!! Muito tocante.. Deus continue te abençoeando e se mostrando a ti o que Ele realmente é.

    Renata

  2. Bom dia Luciano!! Adorei o texto!
    Realmente a confiança e fe! Interessante!
    Tenha uma otima semana!

    Mariângela do Carmo Fraga

  3. Adorei o texto. Interessante esta questão da confiança.
    Também tive muita dificuldade pra começar a confiar em Deus, e confesso que ainda hoje dou meus deslizes, infelizmente.
    Não sei se foi a forma que fui criada, a imagem de Deus que passaram pra mim, ou eu que entendi tudo errado mesmo… Tinha uma relação com Deus que chegava perto do medo. Achava que se eu desejasse algo e pedisse isto a Deus, poderia ser castigada a qualquer momento, e ouvir algo do tipo? “Vc não queria? Vc não pediu? Olha aí no que deu.”
    Sim, isto é uma coisa absurda… E enquanto tive esse tipo de pensamento aconteceu cada coisa…
    Com o passar do tempo, isto foi mudando, com a “ajuda” de um período de 6 meses de estágio na internação pediátrica do Hospital das Clínicas da UFMG. Via coisas que eu não queria ver, principalmente acontecendo com crianças. E via a força e a fé delas, dos pais e amigos. Isso me tocou bastante e comecei a ver Deus de outra forma, como um Pai mesmo, que educa seus filhos e diz não quando é preciso, para nosso próprio bem. Chegou a um ponto que eu nem especificava nada nas minhas orações. Sabia que Deus conhecia cada problema meu, e também desejos, necessidades e angústias. Acho que aí já foi um bom passo em relação a confiar em Deus. E garanto que fez diferença, e muita! =)Minha vida hoje é outra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website