EU SEI DE TUDO SOBRE VOCÊ!

Quanto de verdade há em nossas palavras?
Muitos de nós tratamos nossa imagem pública assim como cuidamos de nossas casas, carro e roupas. Queremos sempre manter a casa limpa para que as visitas tenham uma “boa impressão”.
Quanto mais bela a aparência, melhor a reputação.
Mas esta beleza externa nem sempre representa o que está realmente acontecendo nos bastidores da alma. Uma casa limpa pode não refletir uma lar em harmonia. Um carro bem encerado, pode não significar prestações do financiamento em dia e roupas novas, limpas e cheirosas podem esconder uma personalidade vingativa ou um coração sujo e amargurado.
Nem sempre podemos e queremos mostrar os bastidores das nossas vidas, assim, pintamos o exterior de cores belas.
Mas se todos os segredos das nossas vidas fossem revelados, arrisco afirmar que todos morreríamos de vergonha, posto que todos temos capítulos da vida com o selo “confidencial”… São os nossos “pecados ocultos “.
Temos vergonha dos nossos erros.
Vergonha das nossas mentiras.
Vergonha do que pensarão sobre nós.
Vergonha da verdade, por isso, mentimos e usamos máscaras. (para saber mais sobre as nossas MÁSCARAS, clique aqui).
Escondemos nossos erros dos outros e nos escondemos de nós mesmos. Quanto mais uma pessoa precisa dizer que é boa, saiba, mais coisas feias e ocultas há. Quanto mais inseguros com relação ao amor de Deus por nós, mais nos escondemos nas leis, usos e costumes, tentando “ganhar” a simpatia de Deus não pelo amor, mas pelas regras, como se um bom copomportamento social ou religioso fizesse alguma diferença para Deus.
Deus não nos ama pelo que somos ou fazemos, Ele nos pelo que Ele é!
Deus não é regras, “Deus é amor”.
Por isso, fale a verdade, se não para os outros – já que é difícil demais – ao menos fale a verdade pra Deus.
Acha Ele um carrasco? Conte isto a Ele.
Acha Ele injusto? Discuta isto com Ele.
Acha que Ele ama mais o seu vizinho do que você? Não esconda seus sentimentos.
Nada melhor que uma conversa franca com Deus, sem máscaras, sem mentiras, sem vexame, afinal, Ele sabe tudo o que você tem feito escondido… Não tenha vergonha.
———————————————–
Agora, um texto de um dos maiores empresários brasileiros de todos os tempos.
Vai Chover?
Antonio Ermírio de Moraes – Revista Exame
Se você ainda não sabe qual é a sua verdadeira vocação, imagine a seguinte cena: Você está olhando pela janela, não há nada de especial no céu, somente algumas nuvens aqui e ali. Aí chega alguém que também não tem nada para fazer e pergunta: – Será que vai chover hoje?
Se você responder ‘com certeza’… a sua área é Vendas: O pessoal de Vendas é o único que sempre tem certeza de tudo.
Se a resposta for ‘sei lá, estou pensando em outra coisa’… então a sua aérea é Marketing: O pessoal de Marketing está sempre pensando no que os outros não estão pensando.
Se você responder ‘sim, há uma boa probabilidade’… você é da área de Engenharia: O pessoal da Engenharia está sempre disposto a transformar o universo em números.
Se a resposta for ‘depende’… você nasceu para Recursos Humanos: Uma área em que qualquer fato sempre estará na dependência de outros fatos.
Se você responder ‘ah, a meteorologia diz que não’… você é da área de Contabilidade: O pessoal da Contabilidade sempre confia mais nos dados no que nos próprios olhos.
Se a resposta for ‘sei lá, mas por via das dúvidas eu trouxe um guarda-chuvas’: Então seu lugar é na área Financeira que deve estar sempre bem preparada para qualquer virada de tempo.
Agora, se você responder ‘não sei’… há uma boa chance que você tenha uma carreira de sucesso e acabe chegando a diretoria da empresa. De cada 100 pessoas, só uma tem a coragem de responder ‘não sei’ quando não sabe. Os outros 99 sempre acham que precisam ter uma resposta pronta, seja ela qual for, para qualquer situação.
‘Não sei’ é sempre uma resposta que economiza o tempo de todo mundo, pré-dispõe os envolvidos a conseguir dados mais concretos antes de tomar uma decisão. Parece simples, mas responder ‘não sei’ é uma das coisas mais difíceis de se aprender na vida corporativa.
Por quê? Eu sinceramente ‘não sei’.
Antonio Ermírio de Moraes
——————————————–——–
Um comercial da Pepsi americana, muito engraçado, que enaltece as vantagens de uma mentira bem contada numa entrevista de emprego. Já ri demais com isto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website