Hora da faxina! Jogue fora o que é velho.

A gente tem a tendência ao acúmulo. Mesmo sem querer a gente acaba juntando e guardando em nossos armários e gavetas um monte de coisas… Muitas destas, totalmente inúteis para nós: roupas que não usamos há várias estações, maquiagens velhas, utensílios desnecessários, ferramentas estragadas, pequenos pedaços de canos usados ou restos de alguma reforma feita no banheiro, até pneu careca tem gente que “guarda”, por pretextos mais variados.

Muitas vezes guardamos coisas que não nos são úteis, mas poderiam ser úteis a alguém. Outras vezes são coisas que não são úteis para nada, apenas para tomar espaço, empoeirar e o pior: tomar espaço físico e emocional e assim impedir que o novo venha!

O Senhor é um Deus de novidades: a Ele pertence o novo e não as tradições… Tradições são coisas humanas. Tradições são coisas de religiosos. São apegos ao passado e ao que já foi útil ou importante, que teve seu lugar, mas não necessariamente, continua tendo.

Jesus não era uma pessoa nem tradicional e nem religiosa. Ele representou o novo:

• Novidade de vida,

• Novo mandamento,

• Nova aliança!

Mas os religiosos de seu tempo, judeus tradicionais que eram, não curtiram muito todo aquele papo de modernização da fé, do estilo de vida e de relacionamento com Deus e deram um jeito de fritar o cara… Sim, religião mata e religioso é um perigo para Deus e um atentado às novidades de Deus.

O Apóstolo Paulo de Tarso, antes de sua conversão, era uma pessoa que tipifica bem o religioso padrão: zeloso pelas tradições as quais supõe serem Deus. (Mas não há um versículo que afirme “Deus não é tradição”… Existe sim, “Deus é amor”).

Disse Jesus: “Meu Pai trabalha ate hoje!”

Sim! Deus continua criando e inovando, pois Deus não está preso no tempo, mas Ele é amoroso.

Prender-se às coisas velhas ou inúteis é agarrar-se ao passado, portanto, impedir a entrada do novo.

Para o novo entrar o velho tem de sair!

Há que se abrir espaços em nossa existência para a chegada das novidades que Deus tem para nos presentear a cada manhã.

No caso das questões materiais, quando guardamos estas quinquilharias em nossos despejos, estamos emitindo para nós mesmos alguns sinais:

1º – “Não confio que no futuro terei outras coisas boas. Melhor agarrar-me ao velho, pois pode ser que Deus não me abençoe amanhã novamente…”


2º – “Não sou merecedor do novo! O bom é para os outros e não para mim. Deixe-me acumular estas coisas, mesmo que velhas, pois as boas novidades são para outros.”

Ensinou Jesus: “Não acumuleis tesouros na Terra, pois onde estiver o teu tesouro, ali estará o teu coração”, portanto dê, doe, distribua!

Entretanto, o mais cruel neste processo de acúmulo não é o acúmulo de coisas, mas sim o acúmulo de sentimentos passados:
Ofensas, invejas, injúrias, fofocas e coisas outras que plantadas e aguadas, germinaram e cresceram em nós como ódios, desejos de vingança, iras, injúrias. Sentimentos que devem ser jogados fora e substituídos pelo novo, pela novidade, pelo perdão aos que nos ofenderam de alguma forma.

Guardar sentimentos negativos faz mal somente a nós, que carregamos este peso inútil e assim não podemos caminhar livremente pela vida. Entretanto, para a pessoa não perdoada por nós, que às vezes, nem sabe do mal que por ventura tenha nos causado, esta pessoa continua sua jornada, talvez até feliz.

Perdoar não é fácil, por isso que Jesus insiste tanto neste tema. Qual é o seu limite de perdão?

Vamos esvaziar nossas dependências interiores de coisas velhas e inúteis e abrir espaço para o novo entrar.

• Para o novo relacionamento entrar, o velho tem que sair.

• Para o amor entrar, o ódio tem que sair.

• Para a paz entrar, a ira tem que sair.

Faça em sua vida a faxina do perdão, limpando os armários da alma e as gavetas do coração. Jogando fora coisas do passado e deixando espaço livre para as novidades de vida que Deus tem para todos nós, todas as manhãs.

Você não é melhor que ninguém, mas também, você não é pior que ninguém. Você é único diante do Pai, que a todos ama, indistintamente.

Quer o novo? Livre-se do velho.

———————————

… E POR FALAR EM NOVO E VELHO?

Veja este comercial da água francesa Evian, no qual o argumento é o seguinte: “Observe o efeito de Evian em seu corpo”.
Já é um comercial manjado, mas vale a pena rir novamente!

 

9 comentários em “Hora da faxina! Jogue fora o que é velho.

  1. Nossa! Luciano! Ameeeeiii! Sabe que estava quase arrancando os cabelos por que tenho que fazer minha mudança residencial de BSB para o Rio, nesta semana. Parto de uma casa com 2 quartos, para uma kitinete na Lapa e estava em pânico com o que levar e o que deixar para trás….e…. eis que surge você com esse texto ma-ra-vi-lho-so!!! Obrigada por servir de instrumento para os ensinamentos divinos!!!

    Beijos mil e que Deus te abençoe!
    Indiana

    Indiana Nomma

  2. Gostei… vou ler para meu pai. Ele tem a mania européia de guardar tudo caso algum dia precise…

  3. Boa Noite;

    Gostaria de agradecer os seus e-mails, eles tem me feito muito bem. Confesso que desconhecia o seu trabalho de evangelização, porém, estou aberta a ir conhece lo pessoalmente. Sou uma leiga que busca conhecimento e leio a biblía com frequência.

    Paz e Bem.

    Jeanne Sirqueira

  4. Pastor ,
    Que benção! Depois de um texto desse,resta-nos pedir a Deus sabedoria e discernimento para que compreendamos o que já é inutil em nossas vidas e assim permitir-nos vislumbrar o novo em nossos corações,em nossas experiências espirituais,em nosso viver.E para que isso aconteça,muitas vezes precisamos do olhar do outro;assim como foi com Moisés,para sabermos se o nosso rosto ainda brilha ou não.
    Abraços Cris

  5. Pastor ,
    Que benção! Depois de um texto desse,resta-nos pedir a Deus sabedoria e discernimento para que compreendamos o que já é inutil em nossas vidas e assim permitir-nos vislumbrar o novo em nossos corações,em nossas experiências espirituais,em nosso viver.E para que isso aconteça,muitas vezes precisamos do olhar do outro;assim como foi com Moisés,para sabermos se o nosso rosto ainda brilha ou não.
    Abraços Cris

  6. olá meu querido irmão em Cristo e Pastor Luciano; que saudade e ao mesmo tempo que bom saber que vc tem sido um instrumento vivo de Deus; tanto falando como tbm enviando mensagem que realmente tem sido de Deus para outras vidas, que Deus lhe abençõe muitão e a sua familia tbm e é claro a sua amada Igreja; olha Luciano este ano Deus fez isso comigo e minha familia quando mudamos pra Colonia Vitoria precisamos fazer uma faxina, e agora percebo que temos muitas coisas que não são uteis, e que nos impede de caminhar e agora busca sempre fazer faxina no meu coração, para Deus ter espaço pra trazer coisas novas bjos Silvana do CTP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website