Os ateus que mais me aborrecem

Uma das coisas mais traumáticas que encontrei no início da minha jornada em Cristo foi tentar um debate com um ateu devidamente preparado enquanto eu, apenas com as primeiras promessas e um espírito renovado (e arrogante), tentei mostrar as vantagens de crer. Pensava que esse tipo de embate pudesse ser tratado pelo bom senso de uma experiência real, vivida e compartilhada.

Conheciam cada trecho da bíblia, cada ponto cientificamente incompatível entre o Gênesis a Apocalipse, e as pesquisas cientificas da moda, que incluíam – claro – coisas relacionadas a teoria da Evolução, sérias e comprovadas. Usavam bem muitas falácias (termo novo para mim até aquele momento). Citavam Schopenhauer, Nietzsche, Saramago, Carl Sagan, e tantos outros, sempre invocando declarações e frase de efeitos de notáveis personagens históricos, reconhecidamente ateus.

Amavam citar as atrocidades religiosas cometidas em nome de Deus, omitindo as atrocidades cometidas por ateus, como Stalin (não tinha a menor ideia que esse ateu fora um dos maiores assassinos da História, maior até que Hitler).

Sentia-me um perfeito idiota diante de tanta cultura e preparo intelectual.

Não entendia que tudo era um jogo de palavras, e que estava conversando com um grupo de pessoas que já tinham sido almejadas por grupos opostos às suas convicções com contra-argumentos, tornando tudo isso um ciclo infindável, coisa que o próprio Paulo dito apóstolo disse ser bom evitar. Claro, isso também é questionável. Por que evitar um debate quando ideias podem ser discutidas?

Só que, como disse, não possuía noções para contra-argumentações, me senti inferiorizado, ridículo, imbecilizado. Senti raiva de ser tratado como idiota. Parecia um fracote valente que insiste em tentar bater num lutador peso-pesado profissional de Jiu-Jitsu: Era levantar para cair. Meu orgulho fora ferido, e pior: aqueles argumentos ganhavam campo dentro de meu entendimento, e Deus, que sempre fora presente em meus pensamentos, resolveu se calar como se nunca tivesse existido.

Comecei a ter medo de lidar com aqueles seres odiosos e inteligentes. Minha fé, ponto alto da minha existência, apresentava fissuras, a ponto de estar em um púlpito, pregando, falando do amor e feitos do Altíssimo, sem crer realmente que Ele existia, que tudo aquilo não passava de uma apenas uma grande bobagem…

Mas tudo passou.

Hoje são outros ateus que me aborrecem.

Aprendi todos os argumentos, estudei todos os possíveis elos perdidos (forjados) de uma impossível evolução de um macaco para um homem (por favor; a Ciência é quem declara isso hoje, não eu! Hoje CRÊ-se que a evolução que originou o homem aconteça em saltos, e o tempo necessário para isso acontecer é de milhões de anos, quando o carbono 14 diz que não temos mais de 40.000 anos de existência). Entendi cada falácia, e como elas são capazes de desviar o foco de uma questão, apenas com provocações simples. Descobri que muitos ateus tem um compromisso ferrenho com suas convicções, a ponto de ignorar questões documentadas e sobrenaturais.

E outra: por que tantos ateus se prestam a defender suas teses sobre a inexistência de deus e o quanto ele é cruel? Se não creio em seres fictícios, não gasto tempo me cadastrando em fóruns para desdizer a obesidade de Papai Noel, ou a crueldade dos smurfs que não podem ser azuis pela deformação genética impossível, e que pesquisas recentes, feitas por – qualquer – renomado cientista evolucionista – e ateu – só vem comprovar o que era óbvio: a improbabilidade da existência da Terra Média, e que Gandalf, o renascido mago branco, não passava de uma invenção mesquinha, uma muleta para almas com preguiça de pensar e aceitar a dura realidade de um mundo sem magia.

Esses ateus, hoje, me divertem.

Os ateus que realmente me aborrecem pregam em púlpitos, fingindo que dizem coisas que estão escritas na Bíblia, pedem para que seus ouvintes os obedeçam cegamente, seus egos precisam ser alimentados, seus bolsos, cheios, suas carreiras, reconhecidas.

Esses ateus pregam a Palavra de Deus, fingindo que acreditam nEle, mas por terem muito a perder – uma carreira ministerial lucrativa ou apenas o meio social no qual é alguma coisa especial – continuam cínicos, sem crer, falando sistematicamente, coisas que não tem na alma(mesmo porque também não acreditam nela).

Par mim, ateus que fingem crer são os piores.

Zé Luis

26 comentários em “Os ateus que mais me aborrecem

  1. Em geral gostei do texto. Principalmente a parte que fala dos pastores evangélicos ateus e salafrários.

    Infelizmente você está enganado sobre a única afirmação que fez sobre ciência. Se estudar seriamente verá que os homens e todas as demais espécies de fato surgiram do processo de evolução por seleção natural. Um fato corroborado por inúmeras provas (acessíveis a qualquer pessoa, até a você, se quiser) e coerente com tudo que conhecemos sobre a vida e o universo.

    Também verá que diversas técnicas de datação foram usadas para chegar a conclusão de que os fósseis dos primeiros hominídios tem cerca de 4 milhões de anos de idade. O carbono-14 só consegue ser usado em amostras de até algumas dezenas de milhares de anos, não sendo eficiente nesses casos.

    Ciência é coisa séria: garanto que essas suas afirmações não foram feitas por nenhum cientista. E nenhum há de concordar.

    É uma pena que se divirta com os discursos ateus e não os leve a sério, pode estar cometendo o erro de acreditar a vida toda em uma mentira – e espalhando para os outros.

    Obrigado,
    Diego

      • Oi Diego,
        Com relacao ao seu ultimo paragrafo, gostaria apenas de registrar que ele pode ser interpretado em mao-dupla, pois o raciocinio vice-versa tambem eh valido, caso respeitemos as opinioes alheias.

        Um abraco.

        Maia

  2. Antes de tudo peço a AUSTERIDADE de todos. Obrigado.

    Antes de começar, correção para o companheiro acima: Hominídeos tem por volta de 7,5 milhões de anos e não 4.

    Rapaiz! Que discurso violento meu chapa! Parece até um ateu em início de crença! XD
    Agora é sério. Maia, por mais que soe arrogante isso, quero que você abra seus olhos. Ser ateu não necessariamente significa que você está disposto a ridicularizar o divino e o religioso sem motivo. Ser ateu, na verdade, significa estar disposto a seguir um compromisso em procurar a verdade, considerando uma possibilidade em tudo.

    Eu, pessoalmente, acredito em uma possibilidade enorme da existência divina, mas forço-me a não aceitá-la primordialmente para não me cegar. Tá bom que pode existir o divino. Mas quem ou o que seriam este(s) divino(s)? Seriam eles capazes de interagir conosco? Ou estaríamos apenas no manto de Caos ou de Brahma? Considere este argumento.

    Você está fazendo com os ateus justamente o que eles fazem a você. Pondere. Vale mais a pena. Siga esta frase, princípio da Teosofia:

    “Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas.” – Friedrich Nietzsche

    • Fala Mateus!
      Obrigado por sua opinião: “Pensar e deixar pensar…”

      Como digo, naquilo que creio que o Cristianismo está errado, não me importo em criticar, sem desejar ofender pessoalmente a ninguém, mas apontando os equívocos que toda filosofia pode possuir. Afinal, ninguém é dono da verdade e “tudo que sei é que nada sei”.

      Da mesma forma, naquilo que creio que o ateísmo está errado, não me importo em criticar, sem desejar ofender pessoalmente a ninguém, mas apontando os equívocos que toda filosofia pode possuir. Afinal, ninguém é dono da verdade e “tudo que sei é que nada sei”.

      Abraço!

      Maia

  3. Nos ultimos dias tenho visto vários e varios livros que comprovam que Fé e Ciência são paralelas. Ao contrário do que muita gente diz, a ciência já provou muita coisa que já estava exposto na Bíblia há muito tempo! HAHA.

    recomendo alguns:
    *”E se Jesus não tivesse nascido?” – D.James Kennedy e Jerry Newcombe (meu preferido)
    *Jesus, o maior psicólogo que já existiu” – Mark Baker
    *e o próprio “Fé e Ciência são Paralelas” – Cypriano Marques Filho

    • Obrigado pelas indicações, Leandro.
      Tenho certeza que podem ser literaturas que auxiliarão a encontrar um caminho aos que estão perdidos em relação ao tema.
      Abraço,
      Maia

    • Antes de tudo peço a AUSTERIDADE de todos. Obrigado.

      Falou e disse, rapaz! O controverso equivalente teo-científico é claramente exposto pela frase de um certo físico alemão:

      “A realidade é que ciência e religião são apenas dois modos de se explicar a mesma coisa.” – Albert Einstein

  4. As intolerâncias estão ligadas às nossas necessidades de convencer o outro, não sei pra que isso. Sou agnóstico e sempre pesquiso esses assuntos, que sempre me intrigam, mas isso é para mim, não preciso que ninguem faça o mesmo. =)

    • Antes de tudo peço a AUSTERIDADE de todos. Obrigado.

      Ô Azevedo(cara logo acima), se você é “open minded” quanto à teologia e à teosofia, então pelamãedoguarda NÃO se chame de Agnóstico. Invente algum outro pseudônimo para esta classificação. Agnóstico vem de Agnosis, do grego(baseado em Platão) significa ignorante. Drible isso!

  5. O texto é interessante.

    Vamos supor que uma pessoa ignorante (em termos cientifico, sem preconceitos) seja chamada para olhar um pedaço de madeira, caso um cientista pergunte, o que você vê ? Eminente que responderá, vejo um pedaço de madeira inerte, pois bem mal sabe que ele que aquele pedaço de madeira é constituído por Trilhões e trilhões de átomos em constante movimento.Ora, Por que disse isso ? É uma simples analogia.Será um ateu tão bom a ponto de provar que por trás disso(visível/paupavel/provável) exista um Deus, talvez exista um conhecimento superior ao cientifico ao qual o homem desconhece.

    As pessoas não sabem o que acontecem na China, porque o processo de conversão anda tão acelerado por aquelas bandas ? Vocês acham mesmo que pessoas com construções milenares culturais, simplesmente abandonaria tudo isso, por um ou dois que apresentam um Deus Salvador ? Deve haver muito mais por trás…

    Hj trouxe perguntas…Depois trago respostas…

  6. À todos aqueles que não acreditam em deus vou dar uma receitinha para provar que deus existe. Infalível e não tem como contestar o resultado. Corte fora o dedo indicador do seu pastor (aquele dedo que tá sempre levantado apontando pra cara dos outros). Corte fora esse dedo e queime ele no fogo de modo que jamais possa ser reimplantado cirurgicamente. Destrua o dedo. Então convoque toda a congregação para orar e pedir a deus pelo dedo do pastor que é um homem de deus e precisa daquele dedo. Toda a congregação deve orar com fé para que o resultado seja positivo e pedindo arduamente a deus pelo dedo do pastor. Se o dedo nascer de novo será a prova que deus existe. Mas se não der certo não desanime. Aquele pastor pode ter pecados que faça deus achar que ele não merece tal milagre. Procure outro homem ou mulher mais santo. Repita o processo até encontrar alguem que realmente mereça o milagre mas não se esqueça de sempre destruir completamente o dedo. Um reimplante cirurgico não pode ser usado como prova da existencia de deus. O dedo tem que nascer do nada, ser funcioal, com unha e tudo, e que permita a tal homem ou mulher poder apontá-lo para a cara dos outros como habitualmente fazem. O dedo nasceu, deus existe. Simples assim.

  7. “E outra: por que tantos ateus se prestam a defender suas teses sobre a inexistência de deus e o quanto ele é cruel?”

    Pelo mesmo motivo que você defende a existência de Deus, por convicção. Não procuro saber porque os Smurfs são azuis, pois isso em nada influência a minha existência, mas quando minha família e a sociedade em que vivo exigem de mim um posicionamento relativo a algo que acredita-se ser de vital valor, como a crença em um Deus, eu devo buscar saber os prós e os contras de cada possibilidade, escolher e sustentar o meu caminho.

    Contudo, eu não sinto necessidade de “combater”, de impor minhas opiniões, a não ser, é claro, quando eu sou chamada ao debate. Não tenho motivos para me esquivar, não me sinto inferior nem envergonhada em expor minhas idéias e opiniões.

    Por fim, da mesma forma que você já deve ter se sentido ofendido, ridicularizado e pressionado por opiniões divergentes às suas, nós, que não cremos em qualquer forma de divindade, podemos dizer que conhecemos e compartilhamos desse sentimento.

    Att.
    Jackeline

  8. A verdade é uma só. Nada será respondido e se houver uma resposta você só saberá no dia em que morrer.

    Não há porque questionar o porque da existência, se estamos aqui vamos viver em harmonia e ser felizes.

    Não passe sua vida questionando porque a vida não é uma resposta.

    O que define você é o que você é e isso é o que há de concreto.

    Ao meu ver a ciência tem os mesmo descréditos da religião.

    Ambos tentam impor uma verdade.

    Não vejo problema em ter religião, muitas pessoas se sentem melhor assim. Você pode dizer que é uma pessoa alienada mas muitos precisam ser enganadas para conseguirem viver.
    Para quem é fraco é difícil acreditar que não existe propósito algum.

    Mas a vida é essa, é como se diz, o que se leva da vida é a vida que se leva.

    Não espere para ser feliz em outro plano onde você não tem a certeza que este irá existir.

    Não se arrependa do que fizer e sim do que não fez.

    Minha utopia é uma sociedade em que não exista lei mas sim uma consciência mutua do que é respeito ao próximo. Deveríamos ser todos livres para vivermos como bem quisermos viver.

  9. Maia,

    Utilizar da palavra de outros para enaltecer um argumento, é a coisa mais comum desse mundo. Fazer menção à pessoas famosas e importantes, é um artificio para provar que o fato de ser ateu não fez com que essas pessoas deixassem de contribuir para a sociedade.

    Seu argumento não é conciso, pois Darwin jamais disse que o Homem evolui para um macaco. Ele apenas afirmou que os dois, devido a semelhanças fisiológicas, tinham um ancestral em comum.

    Enquanto fala das falácias alheias, não faz menção a sua própria. Se você pode partir da premissa que Stalin era ateu e um grande criminoso, ateus também podem falar que Hitler era um grande seguidor do cristianismo e foi tão nocivo para a sociedade quanto Stalin.

    Um abraço de um Ateu, que ainda espera por uma discussão justa com um católico.

    • Olá Felipe,

      Obrigado por visitar nosso espaço e fique sempre à vontade por contribuir com seus comentários e opiniões.

      Hoje sou mais preocupado em combater os ateus que fingem ser crentes, que pregam um tipo de religião que é um estelionato da fé do povo simples. Estes são odiosos.

      Contudo, os ateus não religiosos, como você, não me aborrecem e, com todo o respeito, não pretendo ter uma discussão com você, pois respeito a sua opinião e não tenho qualquer intenção de demovê-lo de suas crenças.

      Desejo paz e sucesso para você.

      Luciano.

  10. Maia,

    ‎”Evite os falatórios que ofendem a Deus e as discussões tolas a respeito daquilo que alguns, de modo errado, chamam de “conhecimento”.” 1 Timóteo 6:20

    E lembre-se sempre, irmão amado, não adianta tentar explicar para os ateus a existência do Todo Poderoso Elohîm… até porque, “andamos por fé, e não por vista”

    Ser cristão é sentir a presença de Deus! É abrir os olhos espirituais para a verdade! É amar e saber que somos amados!

    Keep calm “Pois vai chegar o tempo em que as pessoas não vão dar atenção ao verdadeiro ensinamento, mas seguirão os seus próprios desejos. E arranjarão para si mesmas uma porção de mestres, que vão dizer a elas o que elas querem ouvir.” 2Timóteo 4:3

    Que a graça, a misericórdia e a paz de Deus, o Pai, e de Cristo Jesus, o nosso Senhor, estejam com você!

  11. Não deixei meu nome, pois, isso não importa.
    Pq deus não faz nascer uma nova perna em aleijados?
    Será que eles não pediram?
    Eu tenho uma prima criança que nasceu com defeitos e pedi a cura dela.
    O que ela, uma criança, fez para merecer isso?
    Foi má em outra vida? Como falam os espíritas?
    E o sofrimento faz alguém melhorar?
    Pq os presos do Brasil saem da cadeia pior ainda então?
    Lá eles sofrem bastante e só pioram.
    Ela não foi curada.
    Eu também tenho problemas que não foram resolvidos.
    Um dia, os aleijados terão pernas novas, mas será fruto de muito trabalho do próprio ser humano.
    Não será por milagre.
    Se deus pode tudo e realmente quer o bem, pq simplesmente não faz o bem?
    Faça um milagre e cure minha priminha.
    A ciência é a chave para o bem estar.
    Se antes de ter filhos todos puderem ter acesso a tecnologia para escolher os melhores óvulos, os melhores espermatozóides, através identificação de genes defeituosos, todos nascerão perfeitos.
    Ter fé, é como acreditar na sorte. Quem acreita na sorte, em algum momento será decepcionado.
    Lembre-se que você terá descendentes. Preocupe-se com eles e seja responsável.
    Tire essa doença que se chama fé ou religião da sua família.

    • Ola,
      Ates de qualquer coisa, quero dizer que sua opiniao eh respeitada aqui. Que Deus o abencoe em seus caminhos e em suas escolhas de vida.

      Com relacao aos pedidos nao atendidos, creio nao seja o motivo para matarmos Deus. eus nao deixara de existir se eu nao acreditar nele porque ele nao atendeu a uma oracao minha. A coisa eh mais complexa.

      Eu ja tive muitas oracoes atendidas e muitas outras noa atendidas.
      Eu ja tive pedidos que fiz aos meus pais que foram atendidos e outros que nao foram atendidos.

      Eu ja orei por pessoas aleijadas que foram curadas e ja orei por pessoas com doencas simples que nao foram curadas…

      Nao tenho respostas prontas. Mas, a religiao eh insuficiente para nos responder sobre os questionamentos que temos de Deus, assim como a ciencia ainda eh insuficiente para explicar todos os misterios do universo e fo corpo humano.

      Rebeldia contra o pai ou mae quenao atendeu a um pedido nosso eh algo natural, mas nao elimina a relacao pai e filho.

      Rebeldia contra Deus por ele tambem nao ter atendido a um pedido, tambem nao elimina a existencia dele.

  12. DESEJOS NÃO ATENDIDOS?

    POXA VIDA, NENHUM DEUS CONSEGUE COLOCAR UM DEDINHO NO LUGAR??
    TALVEZ UMA PERNA AMPUTADA…??? SÃO TANTAS AS PESSOAS COM ESSAS DEFICIÊNCIAS. TODOS OS CRENTES EM ALGO “SUPERIOR”, DIZEM PRESENCIAR MILAGRES, O ENGRAÇADO É QUE MILAGRES COMO ESTE NUNCA SÃO PRESENCIADOS.

    QUANDO DIGO PRESENCIADOS FAÇO REFERÊNCIA A VERIFICAÇÃO CIENTÍFICA DO FATO,OU SEJA, DIZER QUE O TIO DO AVÔ DA AMIGA DO IRMÃO DO PADRINHO DA VIZINHA TEVE A PERNA “DE VOLTA” POR UM MILAGRE, NÃO PODE SER CONSIDERADO SEM SER AVERIGUADO CIENTIFICAMENTE.

    NO MAIS A VIDA DE UM ATEU É SIMPLES,, SE DEUS DESCER E DISSER:
    – ESTOU AQUI!!, VIM COLOCAR A PERNA OU SEU MEMBRO AMPUTADO NO
    DEVIDO LUGAR!!!!
    blza 🙂 MUDO DE OPINIÃO NA HORA.

    ps. se responder ao meu post, Por favor evite falácias e PREGAÇÕES do tipo:

    – temos que ter fé, pra milagres acontecerem..
    – Deus se manifesta de maneiras estranhas…
    – ETC…

    ***recadinho para os ESTRESSADOS.
    Argumente com provas, fontes, vamos manter o alto nível dos posts.
    ATAQUES PESSOAIS, NÃO FAZEM PARTE DE UM DEBATE DE IDÉIAS.

    ** PARABÉNS AO LUCIANO MAIA QUE MANTÉM O BLOG COM UM BOM NÍVEL DE DEBATES, E RESPEITA A OPINIÃO DE OUTREM.

    • Olá,

      a grande questão está no paradigma.
      O que é Deus?

      Se alguém crer que Deus é algo que coloca pernas no lugar diante de câmeras de TV, platéia ou em experimentos de laboratório, para que ele possa provar que ele existe, assim, Deus não existe. Acabou o debate.

      Se Deus for outra coisa ou outro conceito, o debate pode continuar.

      O que é Deus?

      Curandeiro?
      Milagreiro?
      Justiceiro?
      Comunista?
      Capitalista?
      Um barbudo sentado?
      Um sádico cósmico?

      O que é Deus?
      Dependendo de como eu definir Deus, poderei chegar a respostas distintas.
      Às vezes nos prendemos a conceitos de religiosos sobre como eles enxergam Deus…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website