Soberba, meu pecado de estimação.

3797c48dac9436f96c507218295f5472

Davi era um pastor de ovelha, sem muita fama, nada do que se gabar, apenas tocando uma harpa aqui e ali, cantando, escrevendo músicas em salmos para um público que, na sua maioria era de ovinos.

Nesse tempo em que Davi era apenas um pastor de ovelhas no campo, levando uma vida no anonimato, fazendo coisas de adolescente entre outras coisas, talvez as maiores tentações dele fossem não ir trabalhar na hora certa ou talvez não ir atrás de alguma ovelha desgarrada ou mesmo fazendo coisas típicas de púberes, como era.

Quando Davi foi escolhido por Deus para ser ungido como o Rei de Israel, acredito que não passou na cabeça de ninguém que Davi pudesse mandar um homem ficar na frente de um exército com o objetivo de ser morto, para que Davi pudesse esconder seu pecado de adultério.

Muitas vezes já ouvi vários pregadores falarem de como Davi foi seduzido por Bate-Sabe, pela sua beleza, porque a viu tomando banho pela janela. Os pregadores citam esse fato como uma das grandes derrotas e pecados na vida de Davi, por ter traído Urias e ter transado com sua esposa.

Eu também creio que esse seja um pecado condenável, mas também acredito que o grande pecado de Davi não foi o adultério, mas sim a soberba. A Bíblia nos alerta que a soberba precede a ruina e o olhar pela janela da nudez de Bate-Sabe e o adultério foi apenas o produto do pecado consumado antes, gerado pela posição que ele agora tinha, como Rei, um Rei famoso e adorado pelos seus súditos.

As grandes posições de fama e notoriedade em nossas vidas, podem nos levar a cair no pecado de soberba, e como é um pecado escondido, quase não se vê ninguém sendo acusado de pecado de soberba, mas se atribui ao produto final da soberba, no caso de Davi, o adultério, como o pecado principal.

O que creio que gerou no coração de Davi a falta do temor, que poderia tê-lo levado a não ficar muito tempo na janela olhando a mulher de Urias tomando banho, foi a soberba por sentir que tudo poderia fazer, pois era rei bem-sucedido e como tal poderia ter suas vontades satisfeitas.

Esse sentimento de “bem-sucedido” é a raiz de todos os problemas que Davi veio a enfrentar mais adiante. A Bíblia ensina que a soberba vai vir antes do pecado, antes da queda e a maioria das pessoas não está atenta a isso, pois quem tem soberba dificilmente percebe isso, a menos que alguém venha e lhe avise sobre esse fato.

Deus alertou a Davi sobre o início da soberba dele em um determinado acontecimento, quando Davi disse ao profeta Natã que ele morava em uma casa boa e a Arca de Deus fica em tendas e então ele achava melhor construir uma casa para colocar “Deus”. Isso pareceu bom aos olhos de Davi e também ao do profeta, pois estava fazendo a obra de Deus.

Mas quando o profeta vai consultar Deus, Deus fala a Natã que não queria que Davi construísse nada para Ele. Creio que ao ouvir essa mensagem do profeta Natã, Davi ficou confuso, decepcionado e muito mais, mas ele não deve ter percebido que também estava sendo poupado de ser um soberbo por ter feito uma casa pra Deus.

Nós sempre queremos ser reconhecidas, queremos fazer coisas grandes diante de Deus e dos homens. Acredito que todos ou quase todo ser humano quer ter notoriedade no que faz, sonha ser reconhecido e bem-sucedido na sua profissão, alcançar o sucesso no que faz.

Reconhecer o pecado da soberba não é tarefa fácil, pois passamos a viver isso com o aval das pessoas, de certa forma, pois só se torna soberba alguém que tem algo para se envaidecer e quase sempre só se tem vaidade quando se recebe elogios, tapinhas nas coisas e coisas desse gênero.

Eu uma fez passei por essa experiência terrível em minha vida de achar que eu era alguma coisa a mais do que apenas pó e cinza, apenas porque tinha viajado e morado nos EUA e aprendido um pouco de inglês. Essa pequena experiência em minha vida, me fez passar por alguns meses em soberba e crendo que agora eu poderia ser aceito em determinados grupos, pelo fato da experiência que tive.

Não percebi que estava sendo soberbo, mas via que eu colocava algumas azeitonas a mais nas minhas empadas, quando fazia a minha propaganda pessoal. Mesmo não entendendo que estava vivendo em pecado de soberba, eu sabia que estava mais  “ metido” que o natural. (Risos).

Mas um dia Deus teve misericórdia de mim e em sonho me falou que eu estava sendo um “barro pensando que era o oleiro”. Deus me fez entender como eu estava sendo um completo idiota me apresentando com muito orgulho, quando contava minha experiência de ter morado fora do país.

Esse tempo da minha vida me trouxe muita tristeza e arrependimento após Deus ter me alertado de como estava vivendo. No outro dia após esse sonho e revelação de Deus, conversei com minha esposa e ela disse que realmente percebeu esse ar arrogante em minhas falas, mas que ficava sem saber como me alertar.

Depois da triste que fiquei, agradeci muito a Deus por sua misericórdia em ter me alertado e também conversei com minha esposa e fizemos um contrato de ela me alertar sobre o meu pecado e eu faria o mesmo com ela, quando percebesse que as coisas não estavam caminhando para um lado saudável.

Devemos estar alerta ao que tem nos deixado envaidecido, ter cautela e temor de Deus para reconhecer que quando estivermos ao ponto de cair nessas tentações, retroceder, desistir, renunciar o que nos deixa envaidecido em função de salvar o todo.

Joberson Lopes, Lindale TX, EUA,  03 de novembro de 2016.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website