Socorro! Vem um Tsunami na minha vida.

Por Leônidas Almeida

Quem acompanhou as ultimas notícias no Japão, podemos verificar que existem tragédias anunciadas. Os sinais de alerta, mediante a colocação de bóias ao longo da costa marítima, podem indicar apenas uma ressaca ou que um Tsunami esta se aproximando.

Do mesmo modo algumas tragédias em nossas vidas ocorrem de forma inesperada: A morte de uma pessoa muito querida, de um membro da família, amigo (a) íntimo, estas independem da nossa capacidade de reação. Outras antes de ocorrer, trazem consigo sinais de advertência que algo pode estar ocorrendo conosco ou com as pessoas que convivemos. Neste caso podemos reagir em tempo e mudar o rumo dos acontecimentos.

É o caso, por exemplo, de um sinal ou sintoma em nosso corpo: taquicardias, um pequeno caroço, um cansaço contínuo, uma tristeza sem endereço. Quando estes sinais ocorrem devemos imediatamente procurar um médico para fazer exames. O importante é que devemos procurar ajuda. Obs.: Ler a nota Crise mal processada.

As crises conjugais, também devem ser tratadas da mesma forma. Pois elas são cíclicas devido a nossa própria tendência a acomodação em pensar que tudo se resolve por si mesmo e na hora H daremos nosso jeitinho Brasileiro. É ai que nos enganamos ou nos deixamos ser enganados, a máxima do Zeca Pagodinho “deixa vida me levar, vida leva eu” pode significar o fim de um relacionamento que começou com muito amor, esperança, conquistas a dois e comprometer o futuro dos filhos e filhas frutos deste relacionamento.

Se o teu casamento esta passando por uma crise, em primeiro lugar, encare que isto com naturalidade, sem decisões precipitadas, entenda que isto ocorre com a grande maioria dos casais. Em segundo lugar veja que este pode ser um momento de enriquecimento mútuo de novas descobertas de si mesmo e do outro.

Procure ajuda profissional, isto pode incentivar a reabertura de um diálogo produtivo. Caso isto não seja possível, abra-se para um amigo (a) que você tenha como referencial de vida, devido seu testemunho pessoal. É fundamental procurar também ajuda pastoral com o Pastor (a) ou Padre, que tenha um mínimo de preparo para este tipo de aconselhamento. Isto se deve para que possamos avaliar a crise a partir de outra perspectiva, de outro olhar e buscar neste processo entender o problema não somente da nossa ótica pessoal. Segundo Jean Stpleton “O casamento não é uma instituição moribunda. Ele está é mudando – Intimidade somente cresce quando o compromisso é incondicional e a longo prazo (…) e intimidade somente é possível quando duas pessoas estão em pé de igualdade.

Finalmente quero te encorajar a se apegar a fonte do amor, porque Deus é amor. Isto para alguns pode até soar como uma fuga infantil. Mas isto só é possível na medida da experiência pessoal, seja pela oração, pela meditação, pelo jejum, pela leitura do evangelho, pela simples presença num culto, o que importa é que você ouviu o sinal do Tsunami e está se achegando a Deus, e certamente ele te dará socorro em momento oportuno. Aqui cabe descrever as palavras de Jesus no evangelho de João: “O ladrão não vem somente a roubar, a matar e a destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham com abundância” Jo 10:10.

Março de 2011.

Entra na minha casa, uma linda canção que propõe uma restauração conjugal e pessoal.

——————

Vejam abaixo doi sbebês gêmeos discutindo muito sobre as dificuldades da vida!

Share

Um comentário em “Socorro! Vem um Tsunami na minha vida.

  1. É impressionante como os fatos nos tocam, nos alertam e às vezes não percebemos. Mas Deus com sua infinita bondade, porque Deus é bom, coloca em nossas vidas pessoas como vocês para nos orientarem a respeito.
    Abraços.
    Edivan da Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website