TEMPO KAYRÓS, U2, PINTINHOS E O LÉO VOX.

Em 2008 iniciamos um ponto missionário perto da cidade de Águas Claras, em Brasília. Um pinguinho de gente frequentando aquele pequeno trabalho que fazíamos cheios de alegria e fé. Certo dia vai nos visitar um tal de Leonardo, recém-casado com Gabriela e juntos formavam um casal muito charmoso e cheio de vontade de conhecer Deus. E o próprio Deus me direcionou a “colar” neles e apresentar a eles um Deus que é puro amor, paciência, compaixão, alegria, vida e liberdade!

Logo descobri que Léo era fã de U2, mas que sua herança religiosa não permitia que ele encarasse a arte como uma manifestação de talentos dados por Deus, mas interpretava o fenômeno da música popular como algo “mundano”. Disse a ele: “Léo, se você gosta tanto do U2, porque não divertir-se montando uma banda cover do U2?”. Aquilo foi libertador para ele…

Não me lembro mais o que surgiu primeiro, se a banda cover do U2 ou se suas composições de louvor ao Senhor… Fato é que a simplicidade daquele músico amador tocando para nossa pequena comunidade de fé nos encantava. Boa parte dos cânticos passaram a ser de autoria dele, Léo Vox! Uma destas composições se destacou e caiu no gosto da galera: uma oração musicada com o título de “Abençoa!”

ampulheta_Esta semana recebi via whatsapp o clip da gravação em estúdio da canção “Abençoa!”. Fiquei feliz demais pela vitória. Elogiei o trabalho e Léo Vox me respondeu assim:
“Feliz pra caramba. DEUS não tarda. A gente é que não sabe esperar”.
Palavras simples mas que me impactaram naquele dia…

Atualmente trabalho numa companhia que atua no setor da avicultura. Dentre as toneladas de informações e kilômetros de conhecimento que adquiri sobre o negócio avícola, o que mais me impacta ainda é a coisa mais simples de todas, aquela que não depende do homem, mas de Deus: tudo começa com o ovo. O ovo vira galinha, que faz ovo, que vira galinha… Tem algo de muito mágico no ovo. Aqui na companhia alguns ovos são selecionados e direcionados para o mercado consumidor, como ovo para consumo humano. Um excelente alimento, rico em proteína, barato, de fácil preparo e gostoso. Um presente de Deus para a humanidade. Mas, parte da produção é direcionada para incubação. Já estes, são colocados aos milhares em gigantescas chocadeiras (galinhas elétricas) e ali permanecem por exatos 21 dias, quando, por milagre ou passe de mágica, eles começam a eclodir… São milhares e milhares de pintinhos nascendo e piando. Lindos e felizes! Serão futuras galinhas e galos que contribuirão para o ciclo da vida.

Aquele ovo poderia ser simplesmente comido, e me aplacaria a fome imediata. Mas o mesmíssimo ovo pode ser incubado, pacientemente permanecer trancafiado por 21 dias num abafado breu e… Tcham… Virar um pintinho. O pintinho é muito frágil, mas se bem manejado, e eu tiver paciência para esperar, ele virará uma galinha que me dará um novo ovo a cada novo amanhecer. De tudo que aprendi trabalhando na avicultura, este simples fenômeno é a coisa que mais me choca – perdão, mas não resisti ao trocadilho…

Deus não tarda. A gente é que não sabe esperar. Se soubermos esperar, nosso ovo poderá gerar vários novos ovos… Assim é nosso talento e as coisas que Deus nos dá. Com paciência, persistência e trabalho, podemos multiplicar os resultados daquilo que Deus nos dá.

Se caminharmos buscando manifestar a vida de Deus. Se nossos atos forem atos de amor altruísta. Se formos sinceros com Deus em admitir que somos todos uns cafajestes existenciais e se tivermos humildade não apenas para pedir, mas sobretudo para saber esperar o tempo oportuno de Deus (kayrós)… Nossos ovos certamente se converterão em pintos!

(Pode rir… Pois até eu estou rindo desta acidental e bem-humorada analogia!)

Senhor, que tudo seja no seu tempo, no tempo oportuno de Deus, o tempo certo das coisas. Que tudo seja no kayrós*!

(*Kairós é uma palavra de origem grega, que significa “momento certo” ou “oportuno”, relativo a uma antiga noção que os gregos tinham do tempo. Os israelitas usavam esta palavra para se referirem ao tempo de Deus.)

_______________________

Agora, com vocês: Abençoa!

Share

6 comentários em “TEMPO KAYRÓS, U2, PINTINHOS E O LÉO VOX.

  1. Tenho muitas saudades do tempo que ouvia esta musica naquele ponto missionário.

    Que DEUS abençoe a todos.

  2. que engraçado… a primeira vez que fui a Aguas Claras, o Leo dirigia o louvor. Não sabia o nome dele e só me referia a ele como o” Jack Johnson da sua igreja….” kkkkkk Mas depois que vi o cover do U2, entendi tudo!!!!

  3. Poxa, que saudades!!!!!Toquei muitas vezes essa música com ele, até em um estúdio de gravação na Ceilândia. O Senhor também na batera pastor, lembra?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website