VAMOS ABRIR O BERREIRO?

baby-cryingChorar! Qual o último dia em que chorou?

Porque é tão vergonhoso chorar? Nos ensinam a não chorar, a esconder, a engolir. Pais que não choram perto de seus filhos, pais que não permitem seus filhos chorarem. Hipocrisia nossa! Queremos esconder o que? Queremos demonstrar o que? Porque ao invés de envergonhar do choro genuíno não começamos a nos envergonhar dos sorrisos forçados?

Geração “redbull”, que faz de tudo para se sentir bem. Para ter asas, sorrisos, ânimo. Para esconder o fracasso, a dor, o sofrimento, a tristeza. Para mascarar as realidades. Afinal, nada pode gerar tristeza! Isto tem produzido pessoas que não sabem lidar com os problemas da vida. Não é possível vivermos de sorrisos, pois nesta vida sofreremos (João 16:33)

Em contraste a toda esta nossa geração dos sorrisos e flashes, Cristo afirma que os bens sucedidos serão os que choram. Sim, os que são felizes, que tem asas para voar, os que estão bem são os que choram. Choro de alegria, choro de tristeza. O choro da saudade, o choro do reencontro. Choros por se lembrar, choros por não esquecer. O choro do sofrer. O choro da luta. Lágrimas geradas pela dor! Choro pelos outros! Choro pelos erros! Choro pela injustiça!

“Bem-aventurados os que choram, pois serão consolados”. Mateus 5:4

Então, chore por você, pelos outros, pelo mundo. Chore! Chore sem o medo de chorar. Chore adorando! Chore confessando! Chore em Deus, chore para Deus. Chore em família e por sua família. Chore com seus filhos, chore por seus filhos. Chore só! Chore junto! Sem a vergonha do chorar.

Dou um conselho: alugue um filme e compre uma barra de chocolate. Um filme para chorar, o mais triste possível. Pronto, reserve este tempo: Assistir! Chorar! Soluçar! Comer! Alimente a sua alma. Cuide de seu coração. Não esconda suas lágrimas. Não precisa engolir o choro. O consolo é para os que choram. Não há palavras em nenhuma língua ou dialeto que melhor se expresse do que o choro. É linguagem mais profunda da alma, a linguagem mais íntima.

Convide seus amigos que riem juntos, para chorarem juntos. É! Amigos para rir são achados aos montes, mas e aí!? Já encontrou amigos que choram com você, por você, para você?! Feliz somos quando os encontramos. Felizes somos quando somos estes amigos.

O choro não faz passar a dor, mas nos ajuda a passar pela dor. O choro é a ferramenta criada por Deus para que mesmo sofrendo possamos agir segundo nossa consciência em Deus, possamos cumprir sua vontade. O choro nos ajuda a não viver segundo nossos sentimos e vontades. Nos ajuda a vivenciar todo sofrimento e a conhecer o Deus que enxugará dos olhos todas as lágrimas. Se ele enxugará é porque em nossa vida choraremos, choraremos tanto que haverá a necessidade do próprio Deus enxugar.

Ninguém melhor para nos ensinar a chorar do que Jesus. Ele chorou. Ele gemeu, sofreu, angustiou-se ao ponto de morte. Mas em nenhum momento foi guiado pelos seus sentimentos. Não se deteve do choro, assim como o choro não O deteve. No ponto mais alto de sua dor e sofrer ele declara: “Não seja o que eu quero” Marcos 14:36. Não deixou ser prisioneiro da dor. Não decidiu segundo seus sentimentos. Processou os sentimentos, mas não viveu segundo eles.

Chore! Mas não se desfaleça. Lamente! Mas não murmure. O choro precisa ter uma data para o seu fim. Precisa amanhecer. Levante-se! Lave o rosto! Saia da sua caverna. Não se isole! “O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã” Salmo 30:5

Precisamos deste equilíbrio. Há aqueles que não choram e assim deixam de viver por se tornarem frios/insensíveis/críticos/distantes. Há aqueles que só choram e assim deixam de viver por se tornarem tristes/hipocondríacos/desestimuladores/isolados.

Que lágrimas sejam encontradas em meu rosto. Quero chorar como Jesus. Nasci chorando e quero viver o choro. Naquele grande dia, do encontro com Deus no céu, que Ele encontre muitas lágrimas em meu rosto para poder enxugá-las todas!

Seja assim, que assim seja.

Marlon Camacho

 

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website