VOCÊ TEM TALENTO PARA QUÊ?

Talento é uma palavra grega que dá nome a uma moeda, mas que pode ser traduzida livremente por riqueza ou dinheiro. No dicionário de português, talento e uma habilidade que temos para fazer alguma coisa de modo especial. Todos temos talentos… Uns mais, outros menos talentosos, mas todos, todos nos certamente que temos habilidades especiais que podem ser desenvolvidas e usadas para alegria ou beneficio nosso e dos que nos rodeiam.

Muitas vezes não tem como as pessoas desenvolverem seus talentos.

Imagine se Johan Sebastian Bach não tivesse nascido na Áustria do século XVII, mas na Groelândia do século II… Neste caso, jamais conheceríamos as belas melodias, acordes e arranjos deste talentoso compositor, posto na Groelândia do século II não existir nem piano, nem violino e sequer registros históricos consistentes dos moradores daquela região. Talvez até tenha nascido alguém com talento musical na Groelândia, mas certamente que aconteceu na data e lugar que não permitiu que o talento florescesse…

Pelé foi o rei do futebol apenas porque nasceu no século XX no Brasil. Tivesse ele nascido no século XVII nos Estados Unidos, teria sido pouco além de um escravo desconhecido. Teria sido um talento desperdiçado.

O talentoso Bill Gates fez o que fez porque nascei na Califórnia e nos anos 50, quando começou a corrida dos computadores. Morar ao lado da IBM e falar inglês permitiram que ele transformasse seu Windows em padrão para os PCs. Fosse ele um cidadão da Tanzânia, mesmo que nascido na mesma data, pouco provável que ele teria tido condições de desenvolver tantos talentos informáticos e comerciais…

Enfim…

Percebam que os fatores tempo e espaço facilitam ou dificultam o desenvolvimento de alguns dos nossos talentos, mas ainda assim, outros talentos temos. E você?

Apesar de estarmos limitados no tempo e no espaço e isto represar talentos que possivelmente tenhamos em áreas das ciências ou das artes que caíram em desuso ou que ainda não foram inventadas, ainda assim, temos talentos que podemos e devemos desenvolver.

O finado José Alencar foi um homem talentoso para o comércio e a indústria. Graças ao talento dele, milhares de empregos foram criados e milhões em impostos são pagos para o desenvolvimento do Brasil. Na velhice ele pode até contribuir na vida pública, como um servidor renomado. Penso que este menino pobre do interior precisou de muita coragem para abandonar seu emprego e correr os riscos de abrir sua primeira loja. Seus talentos falaram mais alto. Fico feliz quando vejo o legado deixado por seu talento para os negócios. Esta semana entrei numa loja MMartin, uma das inúmeras empresas deste nosso falecido ex-vice-presidente, só para conversar com a funcionária sobre o Alencar. Ela mostrou-se muito entristecida pela perda do patrão e teceu muitos elogios à empresa por ele criada. Fiquei feliz em saber que ele usou seu talento para o bem. É possível que quando a professora contemplou o menino José Alencar na sala de aula, jamais poderia imaginar os talentos que dele brotariam.

Jesus Cristo soube investir no talento das pessoas. Ele sabia que todas as pessoas possuíam algum tipo de talento. Uns mais, outros menos talentosos, mas todos, com um potencial a ser desenvolvido.

Quando Jesus escolheu os seus discípulos, ele não escolheu os mais ricos, os mais bonitos, os mais inteligentes ou os mais educados. Ao contrário, em sua maioria, os discípulos escolhidos eram pessoas do povão, gente simples mesmo e até analfabeta. Por meio de estímulos, ensino, perseverança, confiança, apoio e delegação, Jesus transformou aqueles doze homens num time que foi responsável por alterar o mapa religioso mundial. Dentre os doze, um mostrou ter mais talento para a traição e deixou o grupo frustrado. Os demais seguiram firmes no propósito do Mestre. Outro discípulo, pescador, virou o novo líder. Todas as pessoas possuem talentos. Quando estes talentos são depositados nas mãos de Deus, as conseqüências podem ser imprevisíveis. Creio que todos possuímos potenciais maravilhosos!

Conheço gente que enterrou seus talentos. Conheço pais que enterraram talentos que os filhos possuíam. Nunca enterre um talento seu ou de alguém. Nunca perca as esperanças em seus sonhos e jamais tire as esperanças de alguém, pois esperança é mola motriz que faz com que o mundo gire.

Aqueles doze discípulos descobriam talentos escondidos. Quais são os seus talentos?

———————–

Quem quer pegar uma carona no Ford Fiesta do talentoso piloto Ken Block?

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website